DUAS CENTENAS DE PROFESSORES “REAPRENDEM” A ENSINAR NA MEALHADA.

"Cerca de duas centenas de docentes e atores da comunidade educativa de todo o país participam hoje no 8º Encontro com a Educação, na Mealhada, pensando estratégias e caminhos para a coabitação das tecnologias e dos livros no Ensino.

João Costa, secretário de Estado da Educação, presidiu à cerimónia de abertura com do fórum com duas mensagens aos professores: a de que este Governo tem a consciência de que os professores precisam de tempo para ensinar com alguma autonomia - e não de programas demasiado extensos - e a de que esta classe profissional não é suficientemente valorizada no país. “A pedagogia é competência da escola, o currículo é competência da escola, mas é claro que discutir a Educação não é um exclusivo da escola. Tem que envolver professores, pais, municípios e outras instituições. É por isso que é preciso ter tempos de paragem e de debate, como este encontro, para que possamos todos encontrar as melhores soluções para cada um dos alunos”, referiu o governante.

A propósito do tema do encontro “(Re) aprender a ensinar” num tempo em que os livros passam, muitas vezes, para segundo plano face ao apelo de computadores e tablets, João Costa sublinhou a necessidade do professor ter que se reinventar constantemente para poder dar resposta aos apelos dos alunos. “Há poucas classes profissionais que dedicariam um dia de descanso a pensar a sua profissão”, disse o secretário de Estado, sublinhando a aposta que está a ser feita por este Governo num programa que visa o sucesso escolar, com alterações que vão desde a redefinição dos currículos à autonomia das escolas.

Também a intervenção de Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, foi no sentido do investimento substancial do Município na Educação. “Se fizéssemos um resumo do mandato, veríamos que 60 a 70% foi dedicado à Educação. Quer do ponto de vista material, de que são exemplos dois centros escolares que custaram mais de 4 milhões de euros e intervenções na Escola Secundária e em três jardins-de-infância”, quer do ponto de vista imaterial, de que são exemplo este fórum, a relação com os professores e as escolas ou as inúmeras atividades que procuramos para ocupar os jovens, sejam campeonatos de xadrez ou o investimento de 750 mil euros em três campos sintéticos”, referiu o autarca.

O encontro contou ainda com a intervenção de Joaquim Azevedo, ex-secretário de Estado da Educação (1992/93) e professor catedrático na Universidade Católica e prossegue, durante a tarde, tendo como oradores José Miguel Sousa, do Centro de Formação Edufor, e Vítor Duarte Teodoro, docente na Universidade Nova de Lisboa.

O Encontro com a Educação, organizado anualmente pelo Setor de Educação e Desporto da Câmara Municipal da Mealhada, é um espaço de debate de ideias de temas relacionados com a docência, as escolas e os alunos. É um fórum de discussão que pretende contribuir para a melhoria do ensino, a partilha de ideias e saberes, de boas práticas e de políticas de sucesso.

Mealhada, 25 de março de 2017"

Nota de Imprensa - Gabinete de Comunicação da Camara da Mealhada